Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Novembro 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

 


Seia: “Funcionários do Estado” burlam idosa

Quarta-feira, 08.02.12

Uma mulher de 81 anos foi burlada em 700 euros, em Santa Marinha, Seia, por dois alegados "funcionários" do Estado que a convenceram da necessidade de substituição das notas de 50 euros, disse hoje à Lusa fonte da GNR.
Segundo fonte do Comando Territorial da GNR da Guarda, o caso ocorreu pelas 12h30 de terça-feira, quando a mulher foi abordada à porta de casa por dois homens, com idades compreendidas entre os 30 e os 40 anos, que se fizeram passar por «funcionários do Estado». «Disseram-lhe que eram funcionários] do Estado e que estavam ali para trocar as notas de 50 euros, uma vez que iriam acabar a partir de hoje e burlaram-na em 700 euros, que era o dinheiro que a senhora tinha em casa», explicou.
A GNR adiantou tratar-se da primeira burla a idosos verificada este ano no distrito da Guarda.

Porta da Estrela

Autoria e outros dados (tags, etc)

Idoso burlado em 7500 euros no Sabugal

Quarta-feira, 19.01.11

Um homem de 71 anos, residente no Sabugal, foi burlado por dois desconhecidos em 7.500 euros, informou esta quarta-feira a GNR da Guarda, acrescentando que o caso ocorreu ontem à hora de almoço.

O tenente-coronel Cunha Rasteiro, relações públicas do Comando Territorial da GNR da Guarda, disse à agência Lusa que o septuagenário foi abordado  por dois homens junto ao Mercado Municipal do Sabugal, tendo sido enganado pelo "velho método do dinheiro para dividir pelos pobres".

"Inicialmente, o idoso foi abordado por um indivíduo que lhe disse que  um familiar estava à beira da morte e que tinha uma determinada quantia em dinheiro para doar aos pobres. Depois, apareceu um segundo sujeito e sugeriu que o dinheiro fosse dividido entre os três, mas o idoso também teria de contribuir com algum", explicou.

Cunha Rasteiro acrescentou que o homem, após ter aceite colaborar com os desconhecidos, dirigiu-se a uma dependência bancária daquela cidade para  levantar sete mil euros, "mas a funcionária disse-lhe que não tinha aquela  quantia disponível e deu-lhe apenas 500 euros".

"Então, os dois indivíduos transportaram-no até à Guarda, onde o idoso  levantou mais sete mil euros que lhes entregou de imediato", referiu. Os burlões pediram ao idoso "para ir aos correios comprar uma folha de papel azul" e quando o homem "regressou para junto deles, já não os viu no local onde os deixara", tendo regressado ao Sabugal onde apresentou queixa no posto local da GNR.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Guarda: Idosa de Carpinteiro burlada

Quinta-feira, 30.07.09

No Carpinteiro, no concelho da Guarda, uma idosa, com 81 anos, foi burlada no início desta semana, por dois homens que alegadamente se fizeram passar por funcionários da Segurança Social.

Segundo informou a GNR, os falsários actuaram durante o dia, perto da hora de almoço, abordando a idosa na sua casa, onde mora sozinha.

Estes terão dito à idosa que lhes devia entregar o dinheiro que tinha, porque ia deixar de ser válido, e eles iriam proceder à sua substituição.

Bem falantes e bem vestidos, os homens, depois de da posse no dinheiro, colocaram-se em fuga.

As autoridades suspeitam que se possa tratar do mesmo grupo que já teve actuação idêntica em Vila Real.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Vilar Formoso: GNR detém mulher em flagrante delito

Quarta-feira, 20.08.08

O Núcleo de Investigação Criminal (NIC) do Destacamento Territorial de Vilar Formoso, deteve uma mulher de 59 anos de idade pelo crime de burla.

A detenção foi efectuada depois de apresentada queixa por burla, no passado dia 6 de Agosto, quando a mulher, que foi agora detida, ao tentar vender roupa, prometeu à queixosa resolver-lhe os problemas pessoais e familiares a troco de 5 mil euros, com a realização de um dito “milagre”.
Na semana passada os militares do NIC de Vilar Formoso encontraram-se, numa hora acordada com a visada, na casa desta e, à hora marcada pela detida, a GNR surpreendeu-a quando se preparava para receber os ditos 5 mil euros.
Já presente a Tribunal, a mulher detida viu-lhe ser aplicada, como medida de coação, o Termo de Identidade e Residência.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Burlão leva 300 euros ao fazer-se passar por conhecido de familiar

Quarta-feira, 16.07.08

A PSP da Guarda recebeu na semana passada uma queixa por burla, que utilizou uma técnica desenvolvida há alguns anos, para extorquir dinheiro aos mais idosos, principalmente nas aldeias.

Segundo explicou a PSP, o crime foi praticado “por indivíduo do sexo masculino” que aparentaria ter entre os 30 a 40 anos de idade “utilizando a técnica de se apresentar como familiar ou conhecido, da pessoa contactada, que já não vê há muito tempo e após conseguir a confiança, entregou falsos bordados da Madeira a troco de uma quantia monetária”.

A burla resultou, segundo a queixa apresentada na PSP, da subtracção de 300 euros à pessoa lesada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Empresários burlados no distrito da Guarda

Quinta-feira, 12.06.08

Dezenas de empresários da Guarda estão a ser contactados para pagar um serviço publicitário que não subscreveram, numa autêntica burla financeira que pode envolver milhares de euros.

Foram já vários os comerciantes locais que nos últimos dias entraram em contacto com a Associação Comercial da Guarda, dando conta da dita “burla”, encontrando-se numa situação que consideram “enganadora e fraudulenta”.

Os empresários estão a receber cartas, expedidas de Coimbra, mas de uma empresa espanhola “Guia Telefax Anuario Professional”, com sede na Corunha, que procura cobrar um serviço de publicidade na internet, subscrito por três edições, custando cada uma 787 euros, o que perfaz um pagamento final superior a 2300 euros.

Paulo Manuel, presidente da ACG diz que esta é uma situação “anormal de um procedimento, a todos os títulos, condenável”, onde os empresários se viram envolvidos ao responderem ao que consideravam um pedido de informações que se veio a revelar um contrato de prestação de serviços, sendo que o próprio presidente da ACG foi também notificado, numa empresa que dirige.

Neste momento, a empresa espanhola dirige-se aos empresários, ameaçando-os ““mandam cartas com aviso de recepção e ameaçam com advogados se não pagarem” mas estes recusam-se.

Esta atitude por parte dos visados é apoiada pela Associação, que recomenda o não pagamento do serviço “a não ser que o queiram efectivamente subscrever”.

Para acautelar dúvidas, o Gabinete Jurídico da ACG, que recebeu várias queixas formais de associados por tentativa de burla, já fez chegar também o assunto ao Ministério Público, pedindo para investigar todo este processo que está a preocupar muitos comerciantes.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Comentários recentes





subscrever feeds