Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Março 2008

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

 


Trancoso: Eucalipto centenário ardeu em Freches

Segunda-feira, 31.03.08

Uma árvore centenária ardeu na noite passada em Freches, junto à estrada que liga Celorico da Beira a Trancoso.

Os Bombeiros foram alertados para o incêndio pouco passava das 19 horas, tendo mobilizado para o local várias viaturas auto-tanque.

O incêndio, que durou largas horas até ser finalmente extinto, obrigou ainda ao corte da Estrada Nacional 105, por parte da GNR, que impediu a circulação nesta via durante mais de uma hora, para permitir aos bombeiros o controlo da situação.

Segundo os Bombeiros de Trancoso, quando chegaram ao local a árvore estava a arder já com grande intensidade e toda tomada, admitindo ainda assim que não houve grandes dificuldades em controlar o incêndio “ apagar é que foi mais difícil”.

Um agricultor da localidade refere que este eucalipto era “certamente o maior e mais antigo das redondezas”, sendo que, segundo este, “já quando eu nasci diziam que eram precisos 11 homens para conseguir abraçar esta árvore, e eu já tenho 53 anos”.

A GNR de Trancoso tomou conta da ocorrência devendo iniciar-se esta segunda-feira as investigações, não tendo para já uma certeza quando às causas do incêndio.

No total estiveram no combate ao fogo que destruiu este eucalipto centenário, 15 homens, com 6 viaturas, dos bombeiros de Trancoso e Guarda.

O incêndio esteve activo durante sete horas, tendo os bombeiros regressado aos quartéis já depois das duas da manhã.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Comentários recentes