Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Dezembro 2007

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

 


Comurbeiras com 99 projectos inter-municipais

Terça-feira, 18.12.07

No total a Comurbeiras quer concretizar até 2013 mais de 550 projectos, dos quais 99 são transversais a vários municípios, ou seja, de carácter inter-municipal.

O orçamento da Comunidade Urbana das Beiras para 2008 cifra-se em 163 milhões de euros, mas a concretização dos projectos que ainda dependem da aprovação do Governo, ultrapassam os 900 milhões de euros.

Carlos Pinto, presidente da Comunidade Urbana das Beiras, espera que o Governo dê luz verde para que esta estrutura constituída por 13 municípios possa começar a trabalhar em conjunto para o desenvolvimento da região, salientando que se trata de um investimento muito aceitável, quando comparado com o orçamento recentemente aprovado numa única autarquia do país, referindo-se à Câmara de Lisboa.

A reunião da Assembleia Ordinária aconteceu na Guarda, onde foram anunciados os três vectores que caracterizam o Plano de Desenvolvimento Estratégico da Comurbeiras, e são eles o Ambiente, a Competitividade e a Evolução Tecnológica.

Apesar de a Comurbeiras acreditar nos benefícios da concretização de um Plano que envolve 3 distritos, Carlos Pinto aguarda por uma decisão do Governo, para saber até onde vai ser possível ir "temos de saber do ponto de vista do pensamento do Governo, o que é que eles consideram negociável e qual é o pacote financeiro final, se houver, pois ainda estamos na fase da abordagem".

A próxima reunião da Comurbeiras vai realizar-se na Covilhã, com a presença do Secretário de Estado, Eduardo Cabrita, que já no passado se mostrou favorável ao funcionamento de uma estrutura de associação de municípios como a Comurbeiras. Carlos Pinto espera que o representante do Governo "traga alguma informação relevante para nos orientarmos no futuro".

"Não tenho dúvidas nenhumas que será possível fazermos aqui um belo trabalho" concluiu o presidente da Câmara da Covilhã, que dirige também a Comunidade Urbana das Beiras, onde têm assento para além deste último município, os concelhos de Belmonte, Fundão, Penamacor, Almeida, Celorico da Beira, Guarda, Figueira de Castelo Rodrigo, Manteigas, Mêda, Pinhel, Sabugal e Trancoso.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Comentários recentes