Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Dezembro 2007

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

 


Comboio cada vez mais perto de Barca de Alva

Terça-feira, 11.12.07

Realizou-se no domingo uma Convenção pela Revitalização da Linha do Douro, em Barca de Alva, no concelho de Figueira de Castelo Rodrigo. A iniciativa contou com a presença de vários autarcas na zona do Douro e ex-ministros da economia, que defenderam a sustentabilidade da reabertura, para fins turísticos, da linha ferroviária entre Pocinho e Barca de Alva.

Centenas de pessoas estiveram presentes durante a Convenção para a Revitalização da Linha do Douro, onde vários especialistas defenderam a viabilidade económica da linha, bem como os benefícios associados ao turismo.

Para o autarca de Figueira de Castelo Rodrigo, a Convenção congregou "vontades, anseios e esperanças das 28 autarquias ribeirinhas do Douro, que desde 1988 vêm procurando a revitalização da Linha do Douro" convictos que "o comboio irá constituir-se como factor de integração local e regional, potenciador da promoção e desenvolvimento económico e social, completando a via fluvial".

Segundo António Edmundo a revitalização da ligação ferroviária "será uma alavanca fundamental da estratégia para o desenvolvimento de todo o Vale do Douro".

No decorrer da Convenção, António Edmundo salientou o facto de recentemente o Ministro das Obras Públicas, Mário Lino, ter manifestado a disponibilidade do Governo para financiar a reabilitação da linha ferroviária entre o Pocinho e Barca de Alva "para fins turísticos, em partilha de responsabilidades com as autarquias", declarações que deram um "novo alento" aos autarcas da região.

Estiveram presentes na Convenção os ex-ministros da economia Braga da Cruz e Augusto Mateus, tendo este último salientado o facto de se estar a falar de "um grande projecto para criação de emprego e de desenvolvimento económico", onde como economista diz ver nesta região "um pólo de riqueza, turismo, com um futuro sustentável".

A linha ferroviária entre o Pocinho e Barca de Alva foi concluída em 1887, a 9 de Dezembro, comemorando-se 120 anos de existência, apesar de se encontrar desactivada nos últimos vinte anos.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Comentários recentes