Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Dezembro 2007

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

 


Camião da Escola Virtual esteve na Guarda

Segunda-feira, 03.12.07

A Praça Velha, na Guarda, alojou durante a semana passada o camião promotor do projecto Escola Virtual. Um produto desenvolvido pela Porto Editora e que está a ser promovido por todos os distritos mostrando as funcionalidades desta aplicação informática para uma melhor qualidade no ensino.

O projecto está a ser acompanhado no terreno pelo gestor Iono Santos que faz um balanço muito positivo desta iniciativa. “As escolas vêm, com o professor respectivo, por exemplo, se tivessem às 15 horas a aula de matemática, vão ter matemática, no camião. A diferença é que em vez de estarem na escola o professor a falar com recurso a um livro, aqui tem o apoio da Escola Virtual”.

A Escola Virtual, da Porto Editora, inclui os conteúdos programáticos de várias disciplinas, aprovados pelo Governo.

Pelo camião passam por dia cerca de dez turmas com cerca de 20 alunos cada o que, segundo Iono Santos, “garante diariamente a passagem de cerca de 250 alunos pelo camião da Escola Virtual, o que dá uma abrangência ao fim de uma semana, de mais de mil alunos que experimentaram uma aula diferente, no E-Tour”.

“Mesmo os mais cépticos que pensam que isto vem substituir o professor, percebem que se trata afinal de uma ferramenta para ajudar, quer a nível de animações, locuções, material que normalmente os professores podem têm dificuldade em arranjar” salienta Iono Santos, que refere que “não é nenhuma substituição ao trabalho que os professores fazem, mas permite a estes conseguir dar uma aula mais rica, mais fácil e que cativa mais os alunos”.

O E-TOur, vai andar na estrada cerca de seis meses, e a Escola Virtual percorreu já um terço do percurso. A viagem começou no Porto, seguiu-se Vila Real, Bragança e Viana do Castelo. Depois da passagem pela Guarda, segue-se esta semana Viseu, que antecede a visita a Aveiro e Coimbra.

Na Guarda, visitaram este novo conceito de aulas interactivas as escolas: EB1 Santa Zita, a Secundária/3 Afonso Albuquerque e da Sé, a EB1 Augusto Gil, o Colégio Dr. Dinis Fonseca, EB1 do Bonfim, a EB 2,3 Santa Clara, a EB1 das Lameirinhas, o Agrupamento de S. Miguel e a Eb1 da Estação.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Comentários recentes