Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Novembro 2007

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

 


Guarda: Fronteira é uma oportunidade, diz Cavaco Silva

Sábado, 24.11.07

O Presidente da República, Cavaco Silva, considerou ontem que a construção da Plataforma Logística e Empresarial da Guarda representa uma “nova visão” para o Interior do País, salientando que a fronteira tem de ser vista como uma “oportunidade” e não como um “obstáculo”.
No primeiro de dois dias de visita ao distrito da Guarda, Cavaco Silva começou por se deslocar ao local onde está a ser construída a plataforma empresarial, um investimento de 24 milhões de euros que procura dinamizar a economia regional e a captação de investimentos industriais e referiu que a plataforma reflecte “uma nova visão do Interior do nosso país”.
O Presidente espera que a infra-estrutura “contribua para o reforço da capacidade empresarial do Interior” ao “despertar para o empreendedorismo” e ao “aumentar a capacidade de captação de novos investimentos”, sem esquecer “a criação de emprego com mão de obra qualificada”.
Cavaco Silva acredita no sucesso do empreendimento por ficar situado junto a eixos – rodoviários e ferroviários – decisivos na ligação à Europa, onde existem “500 milhões de consumidores”. “É um erro pensar que a fronteira é um obstáculo, ela é uma oportunidade”, adiantou o Chefe de Estado que à noite, durante o jantar, ouviu as lamentações dos autarcas do distrito da Guarda.

CM

Autoria e outros dados (tags, etc)




Comentários recentes