Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Dezembro 2010

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

 


Seia: Sogra e nora detidas por tráfico de droga

Sábado, 18.12.10

Os homens foram presos, ficaram as esposas a tomar conta do ‘negócio familiar’. Segundo conta o CM, Sogra e nora, vendiam heroína a consumidores e pequenos traficantes da zona de Seia, causando algum alarme social na localidade de S. Romão, onde residem, mas acabaram agora detidas pela PJ, que apreendeu ainda cerca de 100 doses de heroína, escondida em pequenas embalagens de plástico, semelhantes às que contém os brindes nos ovos de chocolate.

As detidas, vendedoras ambulantes, de 42 e 24 anos, segundo a PJ, dedicavam-se de "forma muito activa" à comercialização de estupefacientes.

Os maridos "estão detidos no Estabelecimento Prisional da Guarda, a cumprir penas por tráfico de droga e assaltos à mão armada, e elas continuaram com o negócio", disse um elemento ligado à investigação.

Reunidas as provas, a PJ efectuou duas buscas domiciliárias, com a colaboração do Destacamento Territorial de Gouveia da GNR, e encontrou as 100 doses de heroína.

Na operação foi ainda apreendido dinheiro, telemóveis e outros objectos que se presumem relacionados com o tráfico.

Interrogadas por um juiz de instrução criminal, as mulheres ficaram a aguardar julgamento em liberdade, mas obrigadas a apresentações periódicas às autoridades policiais.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Comentários recentes





subscrever feeds