Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Janeiro 2008

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

 


Guarda: Joaquim Valente diz que sinistralidade é reduzida

Terça-feira, 15.01.08
Para o executivo socialista da Câmara da Guarda, apesar de existir a consciência de que nem todas as estradas do concelho oferecem as mesmas condições de conforto e circulação, os números da sinistralidade não oferecem preocupações de maior “em termos de sinistralidade rodoviária municipal, não temos indicadores nenhuns que as estradas municipais são perigosas, têm as suas dificuldades mas há uma sinalização compatível em termos de alerta para o automobilista e os dados são muito satisfatórios em termos de sinistralidade municipal”.
Joaquim Valente faz questão ainda de lembrar que se tem verificado melhorias na rede viária municipal “não há dúvida nenhuma que sofreu uma transformação grande pela positiva. Neste momento, felizmente, há cinco eixos com características técnicas boas, que saem da guarda para as periferias do concelho o que permite que as pessoas vivam nas suas terras e venham trabalhar à guarda”.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Oposição acusa a Câmara da Guarda pelo mau estado das vias

Terça-feira, 15.01.08
Falta de sinalética, limpeza das bermas e marcações são as principais queixas dos vereadores social-democratas.
A vereadora do PSD, Ana Manso, queixa-se do mau estado de conservação das estradas do concelho da Guarda, acusando o executivo socialista de “desleixo” e falta de preocupação quando às questões de segurança e conforto dos automobilistas.
“A rede viária municipal está francamente doente”, diz Ana Manso, para quem "tem que haver aqui um plano de intervenção municipal que melhore algumas estradas e que faça um trabalho de arranjo e sinalética que é fundamental para dias de nevoeiro”.
Para Ana Manso “são pequenos arranjos que demonstram um grande desleixo e uma falta de preocupação por parte do executivo socialista nas questões da rede viária municipal e com o conforto e a segurança das pessoas”.
Joaquim Valente, presidente da Câmara Municipal da Guarda assume que existem vias onde é necessária uma intervenção mais continua, mas aponta também o facto de este ano de 2007 ter contado com chuvas fora de época “foi um ano bastante ingrato em termos de vegetação, vieram chuvas anormais, o que provocou que o mato e pasto crescessem por duas vezes, tivemos estradas que foram intervencionadas por duas vezes, pelo que nem sempre essas boas condições de utilização se verificam”.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Comentários recentes





subscrever feeds