Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



GNR aconselha idosos


Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Outubro 2007

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

 


Capela da Torre reaberta ao culto religioso

Segunda-feira, 08.10.07

Depois de trinta anos encerrada, a antiga capela da Força Aérea foi restaurada e reaberta ao culto religioso.

A recuperação esteve a cargo da Turistrela, empresa que explora o turismo na Serra da Estrela, e foi entregue à Diocese da Guarda.

Agora reaberta a Capela no Alto da Serra, vai haver lugar à realização da eucaristia dominical, para além de períodos destinados ao atendimento dos fieís para confissões ou de direcção espiritual.

A Capela de Nossa Senhora do Ar foi construída em meados do século passado pela Força Aérea, mas tinha sido fechada em 1970 depois de terem sido desactivados os radares da Serra da Estrela, onde a FAP mantinha um Grupo da Esquadra nº13.

Autoria e outros dados (tags, etc)

2 feridos na contrução de um centro comercial na Guarda

Sexta-feira, 05.10.07

Na manhã de ontem, dois homens foram feridos, um deles com gravidade, nas obras de contrução do futuro Centro Comercial Vivaci, na Guarda.

Tudo aconteceu perto das nove da manhã, quando uma pedra do muro de suporte se soltou, atinguindo dois trabalhadores que se encontravam no local.

Ao acidente acorreram os Bombeiros Voluntários da Guarda com duas ambulâncias e um carro de desencarceramento. A viatura médica do INEM também esteve no local, tendo estabilizado o ferido grave, que foi posteriormente transportado para o Hospital da Guarda.

O ferido ligeiro teve alta ainda ao final da manhã.

O ferido mais grave, encontra-se num estado clínico de politraumatizado grave, tendo fonte hospitalar adiantado que o trabalhador foi sujeito a uma operação de ortopedia aos membros inferiores.

Apesar da gravidade dos ferimentos, a mesma fonte adiantou que o doente não corre perigo de vida.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Por falta de pagamento, pararam as obras do Novo Hospital de Seia

Quarta-feira, 03.10.07

As obras de construção do Novo Hospital Senhora da Assunção, em Seia, foram interrompidas pelo empreiteiro, alegando o incumprimento por parte do Estado no pagamento estipulado no contrato.

Desde ontem que a obra se encontra parada, tendo a empresa responsável pela construção do novo Hospital deslocado os trabalhadores para outras construções das quais é responsável.

O Novo Hospital de Seia está orçado em mais de 6 milhões de euros e começou a ser construído em Setembro do ano passado. A obra está projectada para ser entregue em  Março de 2008 e o autarca Eduardo Brito, acredita que este incidente não atrase a conclusão do novo hospital, estando confiante que tudo regresse muito em breve, à normalidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

PJ da Guarda investiga “brincadeiras” com garrafas de ácido

Terça-feira, 02.10.07

Cinco indivíduos lançaram o pânico este fim-de-semana em Celorico da Beira. Munidos de garrafas com ácido muriático, fizeram explodir os engenhos junto a duas bombas de gasolina e um café na zona de Celorico Gare, mas foram detidos ao final da tarde de Domingo, pela GNR, depois de terem abandonado o ultimo local onde tinham feito explodir mais uma bomba.

A GNR foi avisada de imediato do que tinha acontecido junto ao café, (último local onde actuaram os prevaricadores) e foram interceptados pelas autoridades a cerca de dois quilómetros junto a outras bombas de combustível. “Possivelmente poderiam voltar a repetir a brincadeira, pois ainda se encontrava uma garrafa com ácido no carro onde andavam” adiantou uma fonte do comando da GNR.

O caso foi entregue à PJ da Guarda que esteve ainda no domingo à noite em Celorico da Beira, onde recolheu os indícios deixados pelo rebentar da garrafa, que segundo as autoridades, continha ácido muriático.

Autoria e outros dados (tags, etc)

UCI do Hospital da Guarda encerra por 90 dias

Segunda-feira, 01.10.07

A Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital da Guarda encerrou para obras. O serviço vai ser remodelado e ampliado, sendo que já deixou de receber doentes desde o inicio deste mês.

O custo da ampliação da capacidade dos Cuidados intensivos vai rondar os 300 mil euros, numa obra que tem um prazo de conclusão de 90 dias. Segundo a administração do Hospital, as intervenções principais decorrem da necessidade de “melhorar o sistema de ventilação e a estrutura eléctrica do espaço”.

A UCI do Hospital da Guarda contava apenas com quatro camas e uma quinta de emergência, quando a Direcção Geral de Saúde entende que no mínimo devem ser seis.

O Director Clínico Luís Ferreira, explicou que “quando o serviço for retomado, vai contar com 8 camas e terá capacidade para integrar doentes agudos de AVC”.

A partir de agora, os doentes que necessitem de Cuidados Intensivos vão ser transferidos para os Hospitais da Cova da Beira, de Viseu, Leiria e Coimbra, sendo articulada a capacidade de cada serviço. O Hospital da Guarda, apenas irá proceder à estabilização e transferência dos doentes.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Comentários recentes





subscrever feeds



Pág. 3/3