Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


GNR aconselha idosos


Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Novembro 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

 



Mêda continua PS e o PSD será "fiel de balança"

Segunda-feira, 30.09.13

É um daqueles resultados tão surpreendentes como possíveis.

A Câmara da Mêda, que foi gerida nas últimas décadas pelo PSD, tendo como presidente João Mourato, passou para as mãos do PS há quatro anos atrás. O até aqui presidente socialista, Armando Carneiro, eleito em 2009, não se recandidatou. O PS apresentou como então como candidato o vereador Anselmo Sousa, e venceu as eleições.

Venceu, mas não terá uma governação facilitada. O CDS, que candidatou o presidente da Junta da Mêda, César Figueiredo, conseguiu o mesmo número de vereadores do PS. Como a autarquia medense elege cinco vereadores e o PSD apenas conseguiu eleger Paulo Amaral, será este vereador que poderá fazer a diferença nas decisões futuras deste município.

O improvável acabou assim mesmo por acontecer. O PSD em apenas quatro anos deixou de liderar a autarquia com maioria para agora passar para a segunda fileira da oposição.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Álvaro Amaro em vantagem para ganhar a Câmara da Guarda

Sábado, 17.08.13

É uma sondagem Sic/Expresso. Álvaro Amaro, o candidato do PSD/CDS-PP aparece com uma vantagem significativa em relação aos mais directos candidatos à Câmara Municipal da Guarda.

Com o surgir da candidatura independente de Virgílio Bento, ex-militante do PS, os socialistas - que gerem os destinos da autarquia guardense desde sempre - parece assim que saíram enfraquecidos.

O candidado do PS, José Igreja, aparece mesmo em terceiro lugar, nesta sondagem que permite assim adivinhar uma campanha renhida onde Álvaro Amaro pode, pela primeira vez, fazer aspirar uma liderança social-democrata na cidade mais alta.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

João Prata impedido de se candidatar à Junta de Freguesia da Guarda

Segunda-feira, 12.08.13

Mais um revés para as candidaturas do PSD / CDS-PP na Guarda. Depois de se saber que o Tribunal local considerou válida uma impugnação apresentada pelo Bloco de Esquerda para que fosse impedida a candidatura de Álvaro Amaro a presidente da Câmara da Guarda, sabe-se agora que também João Prata não se poderá candidatar à Junta de Freguesia da Guarda.

Estas notícias estão a ser avançadas em primeira mão pela Rádio Altitude, através da sua página no Facebook.

O Tribunal da Guarda terá concordado assim com uma outra impugnação, apresentada pela candidatura "A Guarda Primeiro" encabeçada pelo ex-vice-presidente da Câmara da Guarda, Virgílio Bento. Neste caso, o Tribunal terá considerado que João Prata também já se candidatou por três vezes a presidente de uma Junta de Freguesia, estando impedido agora de se candidatar a uma outra.

Todas estas decisões do Tribunal da Guarda são ainda passíveis de um rápido recurso, com apresentação de contra-argumentos à decisão, sendo que se o tribunal local mantiver a sua decisão as candidaturas só poderão seguir em frente após recurso ao Tribunal Constitucional, e se este tiver um entendimento diferente da polémica lei de limitação de mandatos.

A candidatura PSD / CDS-PP deverá reagir ainda hoje, numa conferência de imprensa, às decisões já anunciadas pelo Tribunal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Socialistas também venceram na Guarda

Segunda-feira, 28.09.09

O PS venceu as Eleições Legislativas, mas Sócrates perdeu a maioria absoluta no Parlamento.

Os resultados voltaram novamente a surpreender e não foram ao encontro das projecções das sondagens (PS vencia, PSD em segundo e BE em terceiro - quando o BE foi quarto, atrás do CDS).

No distrito da Guarda, a vitória dos partidos resultou numa idêntica posição ao observado a nível nacional, mas com uma expressão de vitória muito menos desafogada para o PS. Os socialistas venceram aqui por uma margem mínima de 0,04 (35,97% do PS contra 35,57% no PSD), o que representou uma diferença de pouco mais de 400 votos.

O CDS foi a terceira força política, seguindo-se o Bloco de Esquerda e a CDU.

A abstenção no distrito da Guarda ultrapassou os 42%.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Visitantes, de onde?

Locations of visitors to this page

Visitantes

hit counters
hit counter



Comentários recentes





subscrever feeds