Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


GNR aconselha idosos


Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Novembro 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

 



PSD ganhou a Câmara da Guarda

Segunda-feira, 30.09.13

Esta foi uma das surpresas da noite eleitoral. As eleições autárquicas fizeram cair aquele que era um dos bastiões socialistas.

O PSD ganhou as eleições para a Câmara da Guarda, gerida pelos socialistas há 37 anos. E esta não foi uma vitória disputada taco a taco, como previam as sondagens, que até davam uma vitória envergonhada aos socialistas. O PSD ganhou 5 dos 7 lugares de vereação na autarquia da cidade capital de Distrito.

Álvaro Amaro foi o grande vencedor da noite, pois contra tudo e contra todos, depois de imensas polémicas com a escolha do candidato e das tentativas de impugnação nos tribunais, Álvaro Amaro chegou, viu e venceu. A afirmação pode ser difícil de aceitar, mas é um retrato do que sucedeu.

O PSD, com Álvaro Amaro, ganhou pela primeira vez a oportunidade de governar a Câmara da Guarda.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Álvaro Amaro em vantagem para ganhar a Câmara da Guarda

Sábado, 17.08.13

É uma sondagem Sic/Expresso. Álvaro Amaro, o candidato do PSD/CDS-PP aparece com uma vantagem significativa em relação aos mais directos candidatos à Câmara Municipal da Guarda.

Com o surgir da candidatura independente de Virgílio Bento, ex-militante do PS, os socialistas - que gerem os destinos da autarquia guardense desde sempre - parece assim que saíram enfraquecidos.

O candidado do PS, José Igreja, aparece mesmo em terceiro lugar, nesta sondagem que permite assim adivinhar uma campanha renhida onde Álvaro Amaro pode, pela primeira vez, fazer aspirar uma liderança social-democrata na cidade mais alta.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Igreja não conseguiu inviabilizar candidatura de Bento

Quarta-feira, 14.08.13

A tentativa de impugnação da candidatura de Virgílio Bento (A Guarda Primeiro) junto do Tribunal da Guarda, não surtiu efeito. O PS, que candidata à Câmara da Guarda o advogado José Igreja, procurou inviabilizar a candidatura do ex-vice-presidente da autarquia guardense e ex-militante socialista, colocando em causa alegadas irregularidades na recolha das assinaturas de apoiantes.

Segundo avança a Rádio Altitude, na sua página no Facebook, o Tribunal da Guarda não aceitou a impugnação, no que toca à candidatura apresentada pelo movimento de Virgílio Bento à Câmara, Assembleia Municipal e Juntas de Freguesia, com excepção de duas. O Tribunal da Guarda notou que podem existir irregularidades nas listas de proponentes à Junta de Freguesia de Gonçalo e à União de Freguesias de Pousade e Albardo.

O movimento "A Guarda Primeiro" poderá, agora, junto do tribunal apresentar argumentação que leve ao juiz decisor a alterar a decisão tomada.

Quanto à impugnação apresentada pelo PS, e segundo leitura feita das palavras de José Igreja aquando da conferência de imprensa em que anunciou a apresentação da impugnação, o PS deverá respeitar a decisão do Tribunal da Guarda.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Virgílio Bento fica sem pelouros na Câmara da Guarda

Segunda-feira, 13.05.13

O até aqui vice-presidente da Câmara da Guarda (PS), Virgílio Bento, que na semana passada apresentou a sua candidatura como independente às próximas eleições autárquicas, vai ficar sem pelouros atribuídos até ao final do mandato.

Como Virgílio Bento, que pediu a desvinculação política do PS e renunciou aos cargos que exercia nas estruturas políticas locais, decidiu manter-se em funções na autarquia guardense, o presidente da Câmara, Joaquim Valente (que não se recanditará ao cargo mas será cabeça de lista do PS à Assembleia Municipal) vai retirar os pelouros ao até aqui vice-presidente e seu braço direito na gestão do município.

Virgílio Bento era vice-presidente e tinha como principais pelouros a educação, cultura, acção social, a gestão dos fundos do QREN e a relação com as freguesias.

Todos os pelouros até aqui assumidos por Virgílio Bento serão agora tutelados pelo presidente do Município, tendo já sido decidido que o vereador Vítor Santos passará a assumir o cargo de vice-presidente.

A decisão de retirar os pelouros a Virgílio Bento, bem como afastá-lo do cargo de vice-presidente, terá sido consequência das pressões dos órgãos políticos do PS nacional e local, pelo mau-estar causado com as decisões recentes de Virgílio Bento quanto ao seu futuro político, ao não apoiar o candidato oficial do PS à Câmara da Guarda.

 

Ver mais aqui: Rádio Altitude  Terras da Beira  O Interior  Rádio Altitude

Autoria e outros dados (tags, etc)

Militantes do PS e PSD apoiam Virgílio Bento em detrimento das candidaturas dos seus partidos à Câmara da Guarda

Quarta-feira, 08.05.13

O actual vice-presidente da Câmara da Guarda, Virgílio Bento, acabou mesmo por apresentar, esta quarta-feira, a sua candidatura como independente às próximas eleições autárquicas.

Depois de ter perdido o sufrágio interno na concelhia do PS, por escassos votos, para o advogado José Igreja, foram várias as reuniões e tentativas de conciliação para que Virgílio Bento apoiasse a lista socialista à Câmara da Guarda. Até mesmo o secretário-geral do PS, António José Seguro, que é militante na concelhia da Guarda, procurou esse entendimento mas todas as tentativas acabaram goradas.

Com vasta experiência autárquica, Virgílio Bento foi sensivel aos apoios e incentivos que foi recolhendo de vários quadrantes da sociedade guardense.

Não é assim de estranhar que, com toda a polémica que envolveu a escolha do candidato do PSD à Câmara da Guarda, o até aqui presidente da concelhia do PSD/Guarda, Manuel Rodrigues, tenha marcado presença na apresentação da candidatura de Virgílio Bento.

Álvaro Amaro, actual presidente da Câmara de Gouveia, onde já cumpriu três mandatos, foi o escolhido para liderar a candidatura do PSD à autarquia da capital de distrito, uma situação que poderá ainda sofrer um volte-face se uma futura acção em tribunal determinar que o autarca gouvitano se encontra impedido para tal.

Porque o candidato escolhido pela concelhia do PSD da Guarda, que tinha sido indicado aos órgãos distritais e nacionais do partido, foi preterido, Manuel Rodrigues, lider então da concelhia do PSD e candidato preterido, decidiu demitir-se e, sabe-se agora, solicitou também a desvinculação como militante do PSD.

Na apresentação da candidatura de Virgílio Bento à Câmara da Guarda estiveram ainda presentes outras figuras políticas ligadas ao PS e PSD, tais como Vitor Santos (actual vereador do PS na Câmara da Guarda), o médico João Correia (que recentemente adbicou da liderança da bancada do PSD na Assembleia Municipal da Guarda), António José Dias de Almeida (que foi o mandatário da última candidatura do PS liderada por Joaquim Valente), José Manuel Brito (presidente da Junta de Freguesia de São Vicente/Guarda, pelo PS),  e Pedro Pires (presidente da Junta de Freguesia de Gonçalo, pelo PS), entre outros autarcas e figuras destacadas da vida política e cívica da cidade mais alta.

  

Saiba mais aqui: Terras da Beira O Interior Terras da Beira Notícias Sapo/Lusa

________

Autoria e outros dados (tags, etc)

Câmara de Santarém criticada por encomendar estudo a uma empresa da Guarda

Quinta-feira, 25.10.12

A concelhia socialista de Santarém critica o facto de a autarquia social-democrata ter recorrido a uma sociedade de revisores oficiais de contas da Guarda para elaborar os planos financeiros de suporte à candidatura ao Programa de Apoio à Economia Local (PAEL).

Para o PS, “mesmo que não tivesse técnicos para fazer o estudo, a autarquia deveria ter recorrido a sociedades do concelho, sublinhando que a verba assim despendida poderia ter servido para saldar dívida a fornecedores, associações e juntas de freguesia”.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Manuel António Pina: Câmara do Porto aprova voto de pesar. Toponímia da cidade deverá vir a incluir nome do escritor

Terça-feira, 23.10.12

O assunto foi o primeiro a ser abordado na reunião de Câmara de hoje, com o PS a apresentar um voto de pesar pelo falecimento de uma "figura maior do jornalismo e literatura portuguesa", com "uma perspetiva por vezes desconcertante", referiu o vereador socialista Manuel Correia Fernandes.

O vereador do PS sublinhou ainda que Manuel António Pina "sempre escolheu o lado da liberdade, mesmo quando isso era difícil e perigoso".

Lusa - Sapo

Autoria e outros dados (tags, etc)

Manuel António Pina: Câmara da Guarda quer nome do escritor numa rua da cidade

Segunda-feira, 22.10.12

O executivo municipal da Guarda aprovou hoje, por unanimidade, um voto de pesar pelo falecimento do poeta Manuel António Pina.
Recordando que o autor era natural do distrito - o pai era oriundo de Aldeia Viçosa (Guarda) e a mãe do Sabugal, onde o poeta nasceu, o município considera que Manuel António Pina «deixou-nos uma obra vasta, que se reveste de sensibilidade, emoção e ironia».
«Enquanto pessoa e beirão, mereceu-nos a maior admiração e deixa-nos um sentimento de perda e de enorme saudade», lê-se na deliberação. Recorde-se que a Câmara da Guarda dedicou ao poeta um ciclo temático em 2010 e instituiu um prémio literário para poesia e literatura infanto-juvenil.
Além disso, a biblioteca da escola básica Adães Bermudes, na cidade, foi batizada com o seu nome, tendo o executivo decidido propor à Comissão Municipal de Toponímia que atribua o nome de Manuel António Pina, vencedor do Prémio Camões de 2011, a uma rua da Guarda.

O Interior

Autoria e outros dados (tags, etc)



Visitantes, de onde?

Locations of visitors to this page

Visitantes

hit counters
hit counter



Comentários recentes





subscrever feeds