Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



GNR aconselha idosos


Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Fevereiro 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

 



Jovens pianistas a estudar fora dão «lições» no interior

Quinta-feira, 09.02.12

Três jovens pianistas portugueses que estudam e se têm destacado no estrangeiro vão, no final de Março, dar «lições» sobre a sua experiência em Sernancelhe, Guarda e Chaves.

'As lições dos jovens mestres' é um projecto musical promovido pela Câmara de Sernancelhe, que tem como parceiros o Conservatório de Música de São José, da Guarda, e a Academia de Artes de Chaves.

Daniel Filipe Cunha, da Universidade do Kansas (Estados Unidos da América), João Costa Ferreira, da École Normale de Musique de Paris - Université de la Sorbonne (França), e Raúl da Costa, Hochschule für Musik, do Theater und Drama, Hannover (Alemanha), são os jovens pianistas portugueses que participam neste projecto, que pretende ser interactivo e pedagógico.

«Queremos trazer à evidência que um concelho modesto também tem valores que são pouco publicitados, à semelhança do que acontece com estes jovens músicos que se distinguem no estrangeiro, mas são pouco conhecidos em Portugal», justificou à agência Lusa o presidente da autarquia de Sernancelhe, José Mário Cardoso.

O autarca frisou que «em Portugal há jovens de grande qualidade dos quais ninguém fala» e que «são muitas vezes esquecidos e substituídos, por exemplo, por russos ou suecos» em eventos nacionais.

«Há uma dinâmica que é perniciosa: os artistas começam a ser conhecidos, são mediáticos, e as pessoas convencem-se de que só há esses. Mas também há outros. É isso que queremos mostrar», acrescentou.

Daniel Filipe Cunha, João Costa Ferreira e Raúl da Costa vão partilhar o que sabem através de concertos, concursos e conversas, usando novas abordagens, num ambiente que a organização pretende «intimista e em permanente interacção» com o público.

«Eles vão ensinar e mostrar às pessoas que há gente de valor independentemente do sítio onde nasce», referiu José Mário Cardoso.

A iniciativa arranca a 24 de Março na vila de Sernancelhe, com um concerto de abertura, que terá a particularidade de incluir um concurso cuja votação caberá ao público.

Haverá tempo para confronto de ideias, com conversas onde podem ser abordadas questões mais práticas, nomeadamente sobre como ingressar numa escola no estrangeiro.

As 'lições' seguem para a Guarda (a 25, 26 e 27) e depois para Chaves (28, 29 e 30). Nestas duas cidades, decorrerão também «aulas públicas, com a singular oportunidade de assistir a novas abordagens, e até mesmo inesperadas, que criarão uma empatia especial com os participantes e ouvintes».

Diário Digital

Autoria e outros dados (tags, etc)



Visitantes, de onde?

Locations of visitors to this page

Visitantes

hit counters
hit counter


Comentários recentes