Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



GNR aconselha idosos


Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Junho 2009

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

 



Gouveia: Mulher também não resistiu

Segunda-feira, 08.06.09

Gracinda Sousa, de 40 anos, “faleceu hoje” na Unidade de Queimados dos Hospitais da Universidade de Coimbra.

Depois de Júlio Santos, o proprietário do Café Avenida, em Vila Franca da Serra, no concelho de Gouveia, ter falecido na madrugada de domingo, esta segunda-feira acabou também por falecer a sua mulher, Gracinda Sousa.

Após a explosão, alegadamente motivada por uma fuga de gás, os três feridos graves, todos familiares, foram transportados para os Hospitais da Universidade de Coimbra, onde se encontravam em estado crítico e “prognóstico reservado”.

O casal não conseguiu resistir aos ferimentos e queimaduras causadas pela explosão do café, de que eram proprietários.

Nos Hospitais da Universidade de Coimbra ainda se encontra internada a terceira vítima, Maria da Conceição, com 70 anos. “Continua ventilada e com um prognóstico reservado”, disseram os HUC.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gouveia: Ferido pela explosão do café não resistiu

Segunda-feira, 08.06.09

O proprietário do Café Avenida, em Vila Franca da Serra, no concelho de Gouveia, faleceu a noite passada nos Hospitais da Universidade de Coimbra, devendo o funeral de Júlio Santos realizar-se durante a tarde desta segunda-feira, ou durante o dia de amanhã.

Júlio Santos não conseguiu resistir mais às queimaduras sofridas pela explosão, que ocorreu no início da semana passada, no café de que era proprietário, acabando por falecer nos HUC, onde ainda seguem internadas a mulher, Gracinda Manuela, e a sofra Maria da Conceição, que se mantêm em estado crítico, com prognóstico reservado, segundo os clínicos da Unidade de Queimados.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Visitantes, de onde?

Locations of visitors to this page

Visitantes

hit counters
hit counter



Comentários recentes





subscrever feeds